Engenharia de Segurança do Trabalho

 

Cada vez mais a necessidade do cumprimentos das normas de segurança do trabalho tem sido exigidas. Na grande maioria das ações judiciais no tribunais do trabalho, as demandas relacionadas com o não cumprimento das normas de segurança tem gerado um passivo para as empresas que podem inclusive levá-las a falência. As normas regulamentadoras e a CLT dispõe sobre as suas aplicações. Cabe aos empreendedores estuda-las e aplicá-las no ambiente fabril

Engenharia de Segurança do Trabalho.

As normas de segurança tem gerado muita discussão quanto até mesmo a sua viabilidade de implantação. H´´a empreendedores que consideram a implantação das normas de segurança despesas desnecessárias.

Empreendedores moderno consideram que as mesmas sejam investimento. Sempre é possível defender a implantação de regras, equipamentos de proteção coletiva, alterações de processo, etc., como medidas de redução de custo, conquanto as mesmas tragam mais segurança aos operadores.

Acidentes de trabalho causam paradas de máquinas, muitas vezes comoções coletivas, além evidentemente de despesas com indenizações e ações trabalhistas.

O que muitos empreendedores acreditam que a utilização destas normas causam um gasto excessivo, o que na maioria dos casos nem sempre é verdadeiro.

O Brasil é campeão mundial em acidentes de trabalho. O Site do MTE mostra que são mais de um milhão de acidentes por ano, isto para aqueles com CAT.

Considera-se que existam o dobro de acidentes que  não são registrados através da CAT.

Evitar acidentes deixou de ser somente um obrigação, que se faz por que alguém lhe impôs. Evitar acidentes e construir um ambiente de trabalho seguro é uma mudança cultural.

Em muitos casos o investimento é baixo e as consequências são sempre favoráveis.

Laudo de InsalubridadeLaudo de PericulosidadeLTCATPCA
 PCMATPCMSO

PGR

PPP

PPRA