madeira material biológico

carro-de-madeia

Sendo a madeira um material biológico , ela deriva todas as suas propriedades das partes que a compõe, ou seja, as Células. Para se ter uma ideia noção do que isto significa, um pedaço de madeira de 30x4x2 tem em média 400 milhões de células. Os milhares de diferentes tipos de madeira ao redor do mundo derivam suas propriedades das diferenças no tamanho, tipo, proporções relativas, componentes químicos e conteúdos químicos das suas células. Assim é imperativo estabelecer um entendimento básico da estrutura e química das células, construindo um modelo que nos permita entende-las e partir daí discutir as suas funções na árvore. Examinando a função das células na árvore pode-se melhor entender a natureza desta no seu contexto nativo e assim a sua inferência no papel da madeira.

Sistemas axiais e Longitudinais.

Pode-se imaginar que a madeira é composta de dois grandes sistemas, o sistema longitudinal e o sistema axial. O sistema longitudinal compõe aproximadamente 90% da sua estrutura e o sistema axial o restante. O sistema radial é composto por raias orientadas do centro para a casca, e em muitos caso não visível para pessoas não treinadas. Está presente em grande número em todo tipo de madeira. As células que o compõe são as células parenquimatosas, significando que o mesmo se constitui de um sistema vivo. E mesmo que muitos livros digam que o este sistema seja não suficiente para a fluidez radial volumosa de água. Ele é ao invés, o fator principal na manutenção da madeira viva, sendo um caminho eficiente do centro para a casca na condução de nutrientes, açucares, hormônios a outras moléculas criticas para a biologia da árvore.

estrutura-da-madeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *